PRÉ-CONGRESSO - Ventilação Mecânica Não Invasiva

Somiti e Abramede-MG

A Somiti (Sociedade Mineira de Terapia Intensiva) e Abramede-MG (Associação Brasileira de Medicina de Emergência Regional Minas Gerais) são organizações sem fins lucrativos que têm por missão assegurar elevados padrões de atendimento e o cumprimento das normas sanitárias no atendimento do paciente crítico, fortalecer o reconhecimento do trabalho em equipe e promover a capacitação dos profissionais intensivistas e emergencistas para o atendimento seguro na terapia intensiva, urgência e emergência.

Para atender a seus objetivos, a Somiti e a Abramede-MG promovem cursos e eventos científicos, cujas receitas são revertidas, integralmente, para a manutenção das organizações.

Entre seus cursos, o Ventilação Mecânica Não Invasiva, curso que conta com o apoio da ASSOBRAFIR (Associação Brasileira de Fisioterapia Cardiorrespiratória e Fisioterapia em Terapia Intensiva) e que compõe as atividades prévias ao XV Congresso Mineiro de Terapia Intensiva e I Congresso Abramede-MG. 

O Curso

Os doentes com insuficiência respiratória crônica e agudizada constituem um problema grave de saúde, com repercussões sócio-profissionais, decorrentes da respectiva incapacidade. A ventilação mecânica não invasiva (VMNI) tem sofrido significativas atualizações tecnológicas e evoluído em termos materiais com o constante aparecimento de novos ventiladores e modos ventilatórios, novas interfaces e acessórios específicos. Tal evolução está diretamente relacionada ao aumento das indicações clínicas para esta terapêutica, tanto no contexto agudo como no crônico.

Atualmente a VMNI tem sido utilizada como forma de suporte ventilatório a doentes agudizados, reduzindo a necessidade de intubação nas unidades de cuidados intensivos de todo o mundo.

A Ventilação Mecânica Invasiva é o procedimento mais frequentemente utilizado para o fornecimento de suporte ventilatório em doentes com insuficiência respiratória aguda, no entanto, está associada a múltiplas complicações, tais como o aumento do risco de pneumonia nosocomial (com uma grande taxa de mortalidade), bem como uma miopatia generalizada, possivelmente relacionada à sedação e tempo de suporte ventilatório. 

No contexto crônico, a grande maioria dos pacientes tem indicação de VMNI como terapêutica noturna, de modo a corrigir a hipoventilação durante o sono e por vezes em situações de agudização necessitam de períodos contínuos da terapêutica até estabilização do quadro. 

Está demonstrado que o sucesso da VMNI está diretamente relacionado com a adaptação ao modo ventilatório e à interface escolhida. Assim torna-se fundamental aplicar o modo ventilatório e a interface mais indicada para cada paciente e situação específica, não havendo ainda evidência consensual relativa a algumas patologias.

A VMNI permitiu a abertura de uma importante janela no mundo da insuficiência respiratória e o seu sucesso depende da capacidade da sua aplicação por parte de uma equipe multidisciplinar treinada e experiente.

Para isso a Somiti e a Abramede-MG orgnizaram o presente curso de VMNI, sob coordenação do Dr. Miguel R. Gonçalves e colaboração de especialistas convidados.

Professores Convidados

  • Professor Doutor Marcelo Alcântara Holanda (Fortaleza, Ceará)
  • Dr. Mauro Vidigal Lopes (Belo Horizonte, Minas Gerais)
  • Rita Guedes (Belo Horizonte, Minas Gerais)
  • Fernanda Baptista (Rio de Janeiro)

 

O curso acontecerá no Auditório Borges da Costa, localizado na sede da Associação Médica de Minas Gerais e, portanto, terá vagas limitadas.

Objetivos

O curso de Ventilação Mecânica Não Invasiva é teórico-prático e está dirigido a médicos especialistas, ou em formação, fisioterapeutas e enfermeiros que desejem aperfeiçoar os conhecimentos sobre o uso de VMNI no contexto de insuficiência respiratória aguda e crônica.

Ao final do curso, pretender-se-á que os participantes tenham atingido os seguintes objetivos: 

  1. Melhorar as competências teórico-práticas na seleção, adaptação e monitorização da VMNI em contexto hospitalar e domiciliar;
  2. Visão teórica atualizada das indicações e eficácia da VMNI em doentes agudos e crônicos;
  3. Correta aplicação dos modos ventilatórios e interfaces a cada situação clínica;
  4. Ajuste e monitorização dos parâmetros ventilatórios;
  5. Conhecimento dos diferentes equipamentos e acessórios complementares à VMNI;
  6. Critérios de eficácia e insucesso da VMNI;
  7. Aplicação de protocolos e guidelines de VMNI em diversas situações clínicas no âmbito dos cuidados intensivos e cuidados respiratórios domiciliares;
  8. Aplicação de protocolos de alta para o doente ventilado;
  9. Melhorar as competências teórico-práticas na seleção, indicações e execução de técnicas mecânicas de remoção de secreções;
  10. Reflexão sobre questões éticas no doente ventilado.

Programação e Valores

VALORES

 

  • Inscrito no XV Congresso Mineiro de Medicina Intensiva: R$ 80,00
  • Sócio quite Assobrafir: R$ 120,00
  • Não inscrito no XV Congresso Mineiro de Medicina Intensiva: R$ 150,00

 

As receitas arrecadadas serão revertidas, integralmente, para a execução do curso e do XV Congresso Mineiro de Medicina Intensiva.

 PROGRAMAÇÃO

Data: PRÉ-CONGRESSO - Quarta-feira, 24 de maio

Local: Auditório Borges da Costa

Clique aqui para imprimir a programação completa

08:30 - Abertura
Presidente: Carina de Oliveira Rodrigues (MG)
Secretário: Daniel da Cunha Ribeiro (MG)
09:00 - Papel da VMNI na Insuficiência Respiratória Aguda: Indicações e mecanismos da ação- Marcelo Alcântara (CE)

09:30 - Papel da VMNI na Insuficiência Respiratória Crónica: Indicações e mecanismos da ação - Mauro Vidigal (MG)
10:00 - Como escolher o material necessário para iniciar VMNI - Miguel R. Gonçalves (Portugal)
10:30 -Intervalo
Presidente: Carina de Oliveira Rodrigues (MG)
Secretário: Daniel da Cunha Ribeiro (MG)
11:00 - Desadaptação e complicações da VMNI - Marcelo Alcântara (CE)
11:30 - Acerto de parâmetros, monitorização e vigilância da VMNI - Miguel R. Gonçalves (Portugal)
12:00 - VMNI domiciliária: Plano de alta e organização de um plano de cuidados domiciliários - Rita Guedes (MG)
Caso clinico: VMNI na DPOC
12:30 - Em exacerbação aguda - Marcelo Alcântara (CE)
13:00 - Em VMNI domiciliária - Miguel R. Gonçalves (Portugal)
13:00-Intervalo para Almoço
Mesa Redonda: VMNI em situações difíceis:
Presidente: Carina de Oliveira Rodrigues (MG)
Secretária: Thais Nascimento Albano Falcão (MG)
14:30 - Em doentes hipoxémicos - Marcelo Alcântara (CE)
15:00 - Na falência respiratória pós-extubação - Miguel R. Gonçalves (Portugal)
15:30 - Na descanulação de doentes em ventilação prolongada Palestrante: Mauro Vidigal (MG)
16:00 - Intervalo
Casos Clínicos doentes neuromusculares
16:30 - Esclerose Lateral Amiotrófica - Mauro Vidigal de Rezende Lopes (MG)
17:00 - Distrofia Muscular de Duchenne - Fernanda Batista Ferreira (RJ)
17:30 - Amiotrofia Muscular Espinhal em VNI continua - Miguel R. Gonçalves (Portugal)
18:00 - Workshop prático: Fernanda Batista Ferreira (RJ), Rita Guedes (MG) e Staff Philips
Prática com ventiladores e modos ventilatórios: Prática com interfaces de VNI:
- Como escolher a melhor interface para o paciente?
- Como medir os pontos de referencia da face do paciente?
- Como evitar fugas na interface?
- Como prevenir efeitos adversos da interface?
Prática com acessórios de VNI:
- Como ajustar a humidificação?
- Como ajustar o complemento de oxigénio?
- Como manusear os diversos tipos de circuitos e válvulas?
- Como administrar medicação inalada com VNI?
Técnicas mecânicas de mobilização de secreções
- Tosse mecanicamente assistida
19h00 - Encerramento

Voltar para o site www.centrodetreinamentosomiti.com.br

Possui dúvidas ou deseja mais informações?

Basta preencher o formulário abaixo

Preencha corretamente os campos marcados

Enviando...

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.